As 10 maiores musas dos videogames (opinião dos leitores)

Eidy Tasaka / 26 de fevereiro de 2017 / Top 10

As revistas de videogame de antigamente gostavam de usar o termo “musa” para se referir às personagens femininas dos jogos. Chun-Li, por exemplo, foi a musa dos jogos de luta por anos, até o surgimento de sua rival, Cammy.

Prestando uma homenagem àqueles tempos áureos, pedimos a ajuda da veiarada que frequenta o nosso grupo, o Asilo Retrogamer, para enumerar as 10 personagens femininas mais famosas de todos os tempos.

E se a sua favorita ficou de fora, não fique triste. Entre no nosso grupo e participe das nossas enquetes, garantindo que a sua escolha estará nas próximas listas!

10. Nakoruru (Samurai Shodown)

A “menina da águia” de Samurai Shodown é uma das personagens mais importantes da franquia, tendo participado de todos os jogos da série, desde o primeiro. Aliás, ela e sua águia, Mamahaha, que mais tarde também cederia espaço para o lobo Shikuru, quando em sua forma Bust.

Recentemente, Nakoruru voltou aos holofotes por conta de sua participação especial em KOF XIV, ao lado de Mui Mui e da pirata Love Heart.

9. Morrigan Aensland (Darkstalkers)

Tão bela quanto letal, Morrigan é uma súcubo – um demônio feminino que invade os sonhos dos homens para lhes drenar a energia vital.

Inicialmente coadjuvante, em pouco tempo Morrigan assumiu o papel de personagem destaque na série Darkstalkers, deixando o vampirão Demitri jogado para escanteio.

Morrigan participou de todos os três títulos da série Marvel vs Capcom, e muito provavelmente deve aparecer no novo título da franquia, Marvel vs Capcom Infinite.

8. Leona Heidern (The King of Fighters)

Leona estreou na série The King of Fighters na edição de 96, substituindo Heidern no time Ikari Warriors. Durona, a personagem se destaca por suas lindas madeixas azuis e por seus ataques violentos, cortantes e explosivos.

O ápice de Leona na série foi na edição 97, quando descobriu-se que ela possuía o sangue de Orochi correndo em suas veias. A “Revolta do Sangue” faz com que Leona passe a ter cabelos avermelhados e um instinto puramente assassino!

7. Aya Brea (Parasite Eve)

Protagonista da série Parasite Eve, Aya foi uma das personagens mais importantes dos videogames durante a era dos 32 bits, ao lado de outras duas grandes guerreiras dessa lista!

Seu poder especial de controlar mitocôndrias lhe conferiu o posto de protagonista de um dos títulos mais marcantes de todos os tempos, unindo elementos de RPG e Survival Horror. Uma obra prima com a assinatura da Square, lançada em 1997 para PS1.

Até hoje os fãs da franquia pedem pelo retorno de Aya, mas com as esperanças lá embaixo, infelizmente.

6. Kitana (Mortal Kombat)

A Princesa de Edenia fez sua primeira aparição no segundo jogo da série Mortal Kombat, lançado em abril de 1993. Na época, Kitana servia ao imperador Shao Kahn, ao lado de sua “irmã” Mileena (mais um palette swap na franquia).

Em Ultimate Mortal Kombat 3, Kitana ressurge, mas lutando ao lado de Liu Kang e dos demais kombatentes da Terra, após descobrir todos os esquemas maléficos de Shao Kahn e de sua mãe, a Rainha Sindel. Seus leque ficaram marcados como uma das armas mais mortíferas dos jogos de luta.

5. Chun-Li (Street Fighter)

A verdadeira rainha dos jogos de luta, mas que na nossa lista ficou apenas com o quinto lugar.

Nas revistas de videogame da década de 1990, Chun-Li constantemente aparecia nas capas, ou era endeusada pelos editores e redatores. Pelo menos até o surgimento da Cammy, né?

A chinesinha é uma das personagens mais famosas da série Street Fighter, tendo participado de quase todos os títulos da franquia, além dos crossovers e outros games de luta lançados pela Capcom. Até o Jackie Chan já fez cosplay de Chun-Li, durante o filme City Hunter.

4. Jill Valentine (Resident Evil)

Jill é uma das protagonistas da série Resident Evil, além de protagonista do primeiro jogo, ao lado de Chris Redfield. Membro da divisão alpha dos S.T.A.R.S., Jill é uma sobrevivente da ameaça do T-Vírus.

Habilidosa no uso de armas de fogo, Jill mostrou que também entende de socos, chutes e pontapés como personagem jogável de Marvel vs Capcom 2, além de ser um DLC em Marvel vs Capcom 3.

3. Lara Croft (Tomb Raider)

Lara foi a musa maior dos 32 bits, quando os jogos em três dimensões ainda eram bastante quadriculados e pouco definidos. Diga-se de passagem, suas aventuras formam uma boa linha do tempo, quando estamos falando da evolução dos gráficos nos jogos. É só ver o quão realista está a Lara Croft de Rise of Tomb Raider.

De musa extremamente sexualizada a símbolo de bravura e resistência, Lara Croft ficou marcada como uma personagem muito importante para história dos videogames.

2. Mai Shiranui (Fatal Fury)

Mai fez sua primeira aparição em Fatal Fury 2, sendo a única personagem feminina do elenco. A exemplo de Kitana, a kunoichi luta usando leques, mas os alterna com ataques flamejantes e mortais.

Durante as telas de introdução da franquia The King of Fighters, fica claro que Mai morre de amores por Andy Bogard, mas ao que tudo indica ela nem sempre foi correspondida.

O fato de Mai estar em segundo na nossa lista significa que os leitores do Asilo Retrogamer preferem o lado SNK da força? Polêmico…

1. Samus Aran (Metroid)

Imaginem o choque dos jogadores na década de 1980, quando se depararam com uma mulher nas cenas finais de Metroid, já despida da Power Suit. Mesmo no manual do jogo, o mistério sempre foi mantido de forma que todos imaginassem que se tratava de um homem como protagonista. Jogada de mestre!

Eventualmente, Samus assumiu o papel de protagonista entre os personagens da Nintendo, estrelando diversos outros títulos de sucesso para os mais diversos consoles da empresa.

Para o desespero de muitos, a franquia está em um hiato indeterminado, desde o lançamento de Metroid: Other M, lançado em 2010 para o Wii.

Recentemente houve o lançamento de AM2R, um jogo baseado na franquia desenvolvido por um fã, mas que acabou desativado pela própria Nintendo, para o desespero dos aficionados pela série. Esperamos que ela volte com o Nintendo Switch!

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo