Animetic Story Game – Cardcaptor Sakura (PS1)

Lucas Rodrigues / 7 de junho de 2017 / Made in Japan, PS1

Retomando como cenário as manhãs repletas de desenhos animados nos anos 90, um anime tão especial não poderia ficar de fora da programação da molecada. Cardcaptor Sakura (conhecido como Sakura Card Captors no Brasil) foi exibido pela Rede Globo em 2001 e fez a alegria de muitos jovens com a carismática e atrapalhada protagonista Sakura Kinomoto. Trata-se de uma animação de 70 episódios adaptada a partir da série de mangás, que possui 12 volumes, onde Sakura precisa recuperar cartas de um livro mágico que ela mesmo liberou mundo afora.

As adaptações foram muito além da telinha. Sakura Card Captors chegou também ao cinema, com 2 filmes e 3 OVAs, onde as aventuras da pequena Sakura ganham novos elementos (assim como a saga de Broly em Dragon Ball Z por exemplo). Os desenvolvedores da Sony não quiseram ficar de fora da festa e trouxeram o mundo dos caçadores de cartas ao seu promissor console: o PlayStation. Assim surgiu Animetic Story Game – Cardcaptor Sakura que agora pode ser conferido aqui no Jogo Véio.

Enredo

Na fictícia cidade de Tomoeda, no Japão, Sakura vive com seu pai (Fujitaka Kinomoto) e irmão mais velho (Toya Kinomoto). Sua mãe morreu quando ainda tinha 3 anos de idade e os irmãos se revezam para manter a casa em ordem enquanto seu pai preocupa-se em dar aulas e palestras para ganhar dinheiro.

Apesar de ter apenas 10 anos, Sakura é extremamente responsável. Todos os dias ela acompanha seu irmão até a escola na companhia de Yukito, um simpatissíssimo jovem que, segundo a garota, é legal demais para ser amigo de Toya e pelo qual a jovem sente um amor platônico secreto. Outra personagem importante para o desenvolvimento da trama é Tomoyo Daidouji, prima de 3º grau de Sakura. As duas estudam na mesma turma na escola primária de Tomoeda e são melhores amigas. Tomoyo exagera ao expressar seus sentimentos por sua prima, deixando-a constrangida na maioria das vezes. Filmar Sakura é uma de suas atividades favoritas.

Em um dia comum, Sakura ouve barulhos estranhos vindos do porão e resolve investigar. Acidentalmente, ela abre um livro estranho, denominado Clow Book, dando vida a 52 monstros que estavam aprisionados em cartas mágicas (Clow Cards). O pequeno guardião do livro, Kerberus (apelidado carinhosamente de Kero), então entrega à Sakura a difícil tarefa de recuperar todas as cartas para trazer a paz novamente a Tomoeda, tornando-a uma Cardcaptor. Tomoyo descobre o pequeno segredo de sua prima e decide ajudá-la (na verdade, apenas a veste com roupas diferentes e a filma durante suas missões).

E assim, Sakura passa a se aventurar pelas ruas de sua pacata cidade em busca de eventos sobrenaturais que possam lhe render uma boa captura, sempre na companhia de Kero e Tomoyo. Sua carreira como caçadora de cartas Clow ainda lhe renderia dezenas de supresas, como a aparição de seu rival Syaoran Li e a descoberta dos segredos de Yukito. Se você ainda não viu o anime, vale a pena dar uma conferida.

AI AI AI YUKITO!!!

Sobre o jogo

Lançado em 5 de agosto de 1999 para o PlayStation, Animetic Story Game – Cardcaptor Sakura cobre toda a história do anime em sua primeira temporada. A empresa responsável por desenvolver o jogo foi a Arika, lançando o jogo apenas no Japão. Incríveis gráficos em 2D isométrico foram implementados neste game, trazendo uma variedade de cores e formas apaixonantes. Os personagens, diferentemente do cenário, não receberam detalhamento tão grande, mas também possuem sprites muito bem feitos que lembram os famosos chibis japoneses.

Outro elemento que torna essa aventura épica é o áudio durante os diálogos. Todas as falas são reproduzidas pelas vozes dos dubladores da série. Algumas cenas do anime também foram colocadas para dar mais vida ao enredo, tornando o jogo aquele que reproduz as aventuras dos Cardcaptors com maior fidelidade.

A interação entre o jogador e o jogo se dá principalmente através de mini games, onde você terá que desviar de raios, brincar de o mestre mandou, andar de patins pela cidade, brincar de cabo de guerra, entre muitas outras coisas. Se você não quer acompanhar toda a história de Sakura, basta jogar no modo Score Attack para testar seu desempenho nos mini games. Também é possível ver a sua sorte através das cartas. Entretanto, a maior vantagem de se jogar no modo Story é juntar moedas para trocar por peças de arte do jogo, como imagens, áudio e alguns clipes que não podem ser conferidos normalmente neste modo.

Este jogo foi desenvolvido principalmente para o público infantil, mas não impede que os véios se divirtam um pouco na companhia da carismática personagem que fez parte da infância daqueles que assistiam desenhos nas manhãs globais.

Sakura em 2018 – não perca!

Para os fãs de Sakura, aqui estão as boas notícias: a adaptação do mangá Cardcaptor Sakura: Clear Card Edition será exibida no Japão a partir de janeiro de 2018. Trata-se da continuação da história da cardcaptor em seu terceiro ano na escola. Um OVA também será lançado em setembro de 2017. Confira o teaser:

Para os bons fãs da série, marque em seu calendário a volta do anime e não perca as aventuras de Sakura Card Captors pelas ruas de Tomoeda em busca de Clow Cards. Infelizmente, se você for como o Véio e não fala japonês, terá que esperar a série ser traduzida para o inglês ou português; mas esse pequeno empecilho não deterá um bom fã de acompanhar um dos melhores animes já apresentados na televisão brasileira.

Curiosidades

  • O jogo não possui tradução oficial para o inglês, mas é possível achar patches na internet de fãs que traduziram o jogo;
  • Sakura quer dizer “flor de cerejeira” em japonês. Há mais de 300 variedade de cerejeiras documentadas no Japão.

Vídeo

Animetic Story Game 1: Cardcaptor Sakura Gameplay – OP + Episode 1 [ENG SUB] (Fonte: FreyaLWN)

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo