Where in the world is Carmen Sandiego? (Mega Drive) – uma verdadeira aula de geografia

Lucas Rodrigues / 30 de outubro de 2017 / Análises, Mega Drive

Vida de detetive não é fácil. É necessário analisar provas e fatos recorrentes e liga-los à uma lista de suspeitos de maneira cautelosa. Qualquer deslize pode ser fatal, custando a vida de pessoas inocentes, a liberdade de criminosos e impedindo que você cresça profissionalmente na carreira policial. Uma criança da década de 90 que nunca teve a experiência de sentar no meio da sala com um dicionário de inglês, um livro de geografia aberto no mapa mundi e o Mega Drive ligado com o belíssimo jogo da Carmen Sandiego ligado perdeu uma das maiores aventuras policiais de sua vida.

Aconchegue-se na poltrona do avião e aperte o cinto porque o Jogo Véio te levará a uma nostálgica volta ao mundo para prender toda uma quadrilha de alta classe e buscar o topo da lista de profissionais da Interpol.

Você sabe onde é o Oceano Atlântico?

Inicialmente, essa pode parecer uma pergunta um tanto bizarra. É uma das coisas mais óbvias a identificar quando estamos com um mapa na mão. Mas, apesar de parecer uma pergunta fácil à primeira vista, sabia que 25% dos estudantes norte-americanos não sabiam identificar o Oceano Atlântico no mapa no começo dos anos 90? Quando outras perguntas de geografia básica foram feitas, os resultados apenas pioravam.

Onde fica Constantinopla? Sri Lanka? Qual a capital da Noruega? Quais são as cores da bandeira da Islândia?

Você pode até pensar “Eu não preciso saber disso! Não me interesso por geografia”, mas saiba que conhecimento nunca é demais. Informações como essas podem ser relevantes em alguma etapa da sua vida, além de contribuir para manter seu cérebro cada vez mais em forma. Uma ótima maneira de aprender sobre esses assuntos é perseguindo criminosos internacionais mundo afora.

Do Apple II ao Mega Drive

A debuta de Carmen Sandiego foi em 1985 no Apple II com tímidos menus durante o gameplay, que eram um avanço gráfico magnífico para a época. O jogador (ou investigador nesse caso) pode escolher entre conversar com testemunhas em três locais diferentes da cidade onde se encontra a fim de recolher pistas sobre a aparência física do suspeito, além de informações sobre seu próximo destino; viajar para outro país e iniciar outra bateria de coleta de pistas; ou ir para a Interpol buscar um mandado de prisão para o criminoso. Tudo isso deve ser feito com o cronômetro ligado – se você não capturar o gatuno antes do prazo, falhará em sua missão.

O que isso tem a ver com todo aquele assunto de geografia? Bom, as pistas oferecidas pelas testemunhas referem-se a características de diferentes países, como cores de bandeiras, localização continental, estatísticas, forma de governo, entre outras. Basta anotar as pistas em um caderninho à moda antiga e pegar o avião em direção a mais uma metrópole.

Embora os desenvolvedores do projeto não tivessem o objetivo de construir um jogo educativo, mas apenas de criar uma aventura baseada em textos, Where in the World is Carmen Sandiego? se tornou referência no assunto. O game foi portado para várias outras plataformas, recebeu novas versões e chegou a ser distribuído em escolas ao redor do mundo. Carmen Sandiego conquistou fãs, prêmios, chegou à TV com programas de perguntas e respostas para crianças e adolescentes, séries animadas, foi para em livros, revistas, jogos de tabuleiros e dezenas de outros produtos que pudessem ser distribuídos de forma educativa.

A chegada ao Mega Drive data o ano de 1992, onde o jogo foi publicado pela Electronic Arts.

De novato a investigador

A trama do Where in the World is Carmen Sandiego? é exatamente a mesma de seu lançamento original. Basta recolher pistas, viajar pelo mundo, solucionar casos e chegar ao topo do ranking de investigadores da ACME (um acrônimo curioso para A Company that Makes Everything, que significa “Uma Empresa que Faz de Tudo” em português).

Os primeiros contatos com este jogo durante a infância podem ser traumatizantes. Por mais divertido e envolvente que a vida de investigador seja, poucos brasileiros dominam a língua inglesa para aproveitar toda a aventura. A quantidade de pessoas que alugaram este cartucho e foram na locadora trocar na década de 90 foi incrivelmente alta.

Para aqueles que desejam seguir a carreira policial na virtualidade, há uma boa notícia: a Tectoy lançou versões traduzidas para o português em 1994, dando uma chance à crianças monolíngues de capturar a bela ladra.

Comercial de Where in the World is Carmen Sandiego? em português

Ao todo, é necessário resolver 30 casos para levar Carmen Sandiego ao xilindró e dormir tranquilamente com a sensação de fazer do mundo um lugar mais seguro para cidadãos de bem.

Ela estará de volta em 2019!

Além da experiência de capturar a mais famosa (e formosa!) ladra de todos os tempos nos consoles, as crianças do fim do século passado puderam acompanhar os suas aventuras nas manhãs repletas de desenhos animados.

Para os fãs de carteirinha da ladina escarlate, a Netflix anunciou que Carmen Sandiego terá uma nova série animada em 2019, produzida por Duane Capizzi e CJ Kettler. A personagem principal receberá a voz de Gina Rodriguez. Vale prestar uma singela homenagem a Rita Moreno, a dama porto-riquenha que interpretou a voz da personagem na década de 90.

Infelizmente, não se fazem mais jogos simples com características educativas de antigamente. Durante uma conferida pelos jogos indies da BGS 2017 foi possível ver alguns brasileiros que podem reverter esse quadro. Por enquanto, ligue o Mega Drive e veja se consegue capturar Carmen Sandiego à moda antiga: com um livro de geografia ou enciclopédia, um dicionário e um caderninho de anotações ao seu lado. Nada de Google ou detonados. A diversão e melhora no aprendizado são garantidas! Muito melhor que aquele tiozão que te dava aulas chatas na escola há algumas décadas.

Vídeo

Where in the World is Carmen Sandiego? – Gameplay (Fonte: R’Maine GAMES)

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo