Clock Tower: The First Fear (PS1) – o velho maníaco da tesoura com uma pitada de 32 bits

Lucas Rodrigues / 15 de junho de 2017 / Made in Japan, PS1

O maníaco da tesoura ataca novamente. Em 1995 o mundo pôde conhecer o sentimento de ser perseguido por um assassino com o lançamento de Clock Tower para o Super Famicom. O famoso point and click desenvolvido pela Human Entertainment foi um dos títulos de Survival Horror mais conhecidos da década de 90 (juntamente com Silent Hill e Resident Evil). Entretanto, há uma curiosidade que a maioria dos gamers deixaram passar ao longo dos anos: uma versão de PlayStation que foi lançada apenas no Japão, denominada Clock Tower: The First Fear.

Sendo apenas um port da versão original, o jogo traz a órfã Jennifer Simpson fugindo de Bobby Barrows, também conhecido como Scissorman, enquanto descobre pistas sobre o assassinato de suas amigas e outros moradores da mansão. Mesmo sendo extremamente simples, o jogo era capaz de causar arrepios naqueles que se encontravam detrás da telinha. Hoje em dia a criançada não se assusta tão facilmente com seus gráficos em 2D e uma leve sensação de profundidade.

A inovação no novo console

Clock Tower: The First Fear aproveitou os 32 bits do PS1 e fez algumas modificações para deixar o gameplay mais horrendo, mesmo que haja pouca diferença entre a versão original. As principais diferenças estão nas cutscenes adicionadas e na mudança do áudio, mas também é possível ver novas animações que foram adicionadas. Confira a lista de diferenças entre as versões de SNES e PS1:

  • A TV em uma das salas irá ligar sozinha e fazer um barulho estranho com uma vaga imagem de Dan Barrows. Até aqui, nada diferente; entretanto, dessa vez esta cena foi gravada como cutscene;
  • No quarto com o papagaio, haverá uma cutscene mostrando-o;
  • Também no quarto do papagaio, há uma chance do espelho quebrar-se, assustando Jennifer. A cena onde ela é enforcada por um braço que sai do espelho foi mantida, fazendo com que uma das ações aconteça aleatoriamente;
  • Ainda nesta sala, uma música macabra começará a tocar quando a foto de Bobby e Dan for inspecionada;
  • Há uma cena no banheiro onde sangue escorre pelas mãos de Jennifer quando ela abre a torneira;
  • Na sala do corvo, haverá uma cutscene mostrando o corvo morto com um cutelo em cima do balcão;
  • Na sala de taxidermia, ao examinar o armário no canto esquerdo da sala, Jennifer encontrará um corpo mumificado que a atacará. Para derrotar este corpo é necessário pegar a adaga em uma caixa antes de inspecionar o armário. Este evento é obrigatório para soltar o corvo, pois a Hutch Key será dropada por este monstro;
  • No berçário de Bobby, o palhaço vermelho poderá lhe atacar, assim como o manequim;
  • Há uma nova sala neste jogo, que pode ser acessada por uma porta no corredor da ala oeste. Trata-se de um quarto comum, mas há um candelabro quebrado com algumas de suas peças em cima de uma das camas. Há um espelho neste quarto que pode ser encontrado inteiro ou quebrado. Dependendo de como está o espelho, Jennifer poderá pensar sobre o que aconteceu com ele ou tocar seu cabelo. Nada acontecerá em ambos os casos. A cama da esquerda também poderá ser utilizada para se esconder de Bobby. A porta que leva para este quarto aparece no jogo original, mas não é possível interagir com ela;
  • Uma cena mostra um corpo saindo das cinzas de Dan logo após ser incinerado por Jennifer. Isso explica como Edward foi capaz de se tornar o novo Scissorman.

Traduções feitas por fãs

Como Clock Tower: The First Fear nunca chegou a ser traduzido oficialmente, foi trabalho dos fãs criar patches para tornar o jogo algo compreensível para outros jogadores mundo afora. É possível encontrar diferenças nos nomes dos personagens e em alguns itens, como listado a seguir:

Nomes:

  • O sobrenome da família Barrows pode aparecer como Burroughs ou Burrows em algumas traduções;
  • O nome de Laura pode aparecer como Rolla;
  • Anne pode aparecer como Ann.

Itens do jogo:

  • Rock pode também ser chamada de Stone;
  • Scepter pode ser chamado de Staff;
  • O item Black Robe pode ser chamado de Black Cloak.

Lembrando que tudo isso não influencia em nada o jogo. O que acontece é que algumas línguas podem ter palavras facilmente interpretadas de várias formas. A língua japonesa tampouco possui fonemas com a letra L, sendo impossível receber nomes como o de Laura. Por isso, eles precisam ser interpretados e transcritos para uma melhor interpretação dentro da língua de destino.

Caso você queira conferir as diferenças entre as versões de SNES e PS1, é fácil encontrar rom hacks com as traduções de fãs.

Clock Tower não é tão assustador assim, mas…

Como dito anteriormente, Clock Tower: The First Fear não é um jogo tão assustador hoje em dia. Conforme crescemos, perdemos o medo de coisas tão simples e queremos algo mais desafiador. Na era da realidade virtual, poucas pessoas sentiriam medo ao serem perseguidas por um maníaco da tesoura em um jogo 2D. É uma pena que as crianças de hoje em dia jamais experimentarão essa sensação! Lembro-me da primeira vez que fui morto pelo Scissorman no banheiro da mansão. Foi uma experiência horripilante para uma criança…

Você costumava sentir medo ao jogar também? Deixe sua história nos comentários. As melhores podem até virar crônicas do Véio.

Vídeo

[PS1] Clock Tower: The First Fear [Ending S] Прохождение / Walkthrough (Fonte: Pikachu Play)

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo