Home Colunas Quase Véios Project Xinatra traz desafio e nostalgia na dose (quase) certa

Project Xinatra traz desafio e nostalgia na dose (quase) certa

0

Project Xinatra é um jogo inspirado nos clássicos jogos de arcade, porém, pouco conhecido. Eu mesmo não o conhecia até ter a oportunidade de jogá-lo para este review. Isto se deve ao game ter sido desenvolvido por um estúdio espanhol pequeno e desconhecido, chamado Demon Video Games, voltado para a cena indie.

Nasce Project Xinatra

O jogo foi lançado na plataforma Steam no dia 8 de agosto de 2016 e coloca o jogador na pele de um caçador de recompensas que não tem seu nome revelado, mas é muito conhecido por suas habilidades em combate. Como nos clássicos nos quais foi inspirado, o título não tem uma história complexa e bem desenvolvida e prefere focar na ação. O que se sabe é que há uma guerra acontecendo entre o Império YUK e uma resistência contra essa supremacia, bem no estilo Star Wars. A resistência e seus espiões comandados pelo almirante John Wayne descobrem os planos do Império de criar uma arma capaz de decidir o futuro da guerra, chamada Projeto Xinatra, que está sendo construída em um planeta distante. O almirante então contrata o melhor caçador de recompensas do universo para resolver o problema: você. Com esta premissa como história de fundo o jogo começa e como missão dada é missão cumprida, logo a ação começa.

xinatra-jogoveio-2

O jogo não possui muitos comandos, tendo apenas as teclas de movimento, um botão para pular e outro para atirar. O resto fica por conta da habilidade do jogador em desviar dos tiros e evitar ao máximo ser atingindo durante as 5 fases que o jogo apresenta, sempre com um boss no final. Ao seu dispor, apenas os Power-Ups de armas espalhados pelas fases (com munição limitada), um refil de energia, um escudo temporário e uma vida extra.  Surgem objetivos secundários durante as fases, como ter que juntar peças para ativar um elevador para poder prosseguir e também há trechos do jogo em que você utiliza um veículo, como a prancha voadora SX-332, mas sem mudar a jogabilidade.

xinatra-jogoveio-3

Seu visual é bem simples, porém bem feito e vai te lembrar da época em que o gráfico não era a grande estrela dos jogos, como é atualmente.  Sua simplicidade vai além dos gráficos, contendo um menu inicial bem simples, onde você pode criar um jogo novo, continuar o atual, redefinir os controles e um ranking online com as maiores pontuações. Não há qualquer tipo de configuração gráfica, como poder rodar o jogo em janela ou poder alterar a resolução, opções que acabam fazendo falta.

xinatra-jogoveio-4

Challenge Accepted

O maior diferencial do jogo é sua dificuldade bastante elevada, o que acaba tornando-o um pouco desanimador para quem quer apenas passar o tempo relembrando os jogos antigos. As fases progridem contendo alguns checkpoints, mas eles só servem enquanto durarem as suas vidas. Se você falhar, terá que começar do início da fase. E acredite, você vai recomeçar várias vezes. Você só tem um refil de energia por fase e alguns refis de munição até chegar ao boss, que geralmente é grande e com um vasto arsenal de tiros e bombas para te derrotar, seguindo a velha fórmula de ataques padronizados e repetitivos. Morreu? Comece tudo de novo.

xinatra-jogoveio-5

Considerações Finais

Em um jogo onde até cair de um lugar alto acaba matando-o instantaneamente, Project Xinatra vai testar suas habilidades tão bem quanto sua paciência. Com jogabilidade simples e dificuldade elevada, o jogo entrega um desafio e tanto para uma geração de gamers que não está mais acostumada com a impiedosa e implacável fórmula dos jogos de arcade antigos.

xinatra-jogoveio-6

Com história e personagens genéricos, o jogo não encontra o equilíbrio necessário entre o velho e o novo, como vemos em jogos como Rogue Legacy e Shovel Knight, e só agradará os fãs hardcore do gênero.


Vídeo

Trailer oficial do jogo (Fonte: Demon Video Games)

https://www.youtube.com/watch?v=JBRzuHqNG9I

Mais textos relacionados
  • Vídeo Análise: Mega Man (NES)

    Mais uma vídeo análise lá no canal, veiarada! Dessa vez vamos falar de Mega Man de NES. Si…
  • BGS 2018: Entrevistas

    Para quem está papando mosca e ainda não se inscreveu no nosso canal no Youtube, esta sema…
  • BGS 2018: conferimos a Avenida Indie

    Com mais uma excelente Brasil Game Show encerrada, já ficamos na expectativa de quais atra…
Leia mais por Eduardo Paiva
Leia mais em Quase Véios

Veja também

BGS 2018: conferimos a Avenida Indie

Com mais uma excelente Brasil Game Show encerrada, já ficamos na expectativa de quais atra…