Sonic Drift (Game Gear) e a estreia de Amy Rose nos consoles

Lucas Rodrigues / 24 de julho de 2017 / Game Gear, Made in Japan

Sonic possui a fama de ser um dos personagens mais rápidos dos games (se não o mais rápido!). O ouriço azul e seus Power Sneakers são capazes de quebrar a barreira do som facilmente e, segundo algumas fontes, até alcançar a velocidade da luz (embora ele nunca tenha feito isso). Com poderes assim fica fácil se locomover. Quem precisa de carro quando se tem super velocidade?

Bom, Sonic e seus amigos precisam! Não para ir ao trabalho ou viajar como nós, meros humanos, e sim para disputar divertidas corridas em Sonic Drift. Aperte o cinto e para acompanhar este Made in Japan que a corrida já vai começar!

Gotta go fast!

Lançado em 18 de março de 1994 para o Game Gear, a aventura de Sonic em busca de diversão trouxe os personagens da Sega à vida automobilística em um dos primeiros spin-offs do ouriço. Sua recepção não foi nada positiva e rendeu muitas críticas, deixando a Sega comendo poeira em relação ao sucesso de Mario Kart e tornando Sonic Drift um jogo exclusivamente japonês.

Contudo, duas características são notáveis quando misturamos o mascote da Sega e corridas de kart:

A partir desse lançamento, as portas da “Turma do Sonic” foram abertas e vários outros personagens ganharam vida no Game Gear, como Knuckles, Metal Sonic e Fang, que aparecem em Sonic Drift 2.

Modos de jogo

Uma das principais características da primeira aventura automobilística de Sonic é a simplicidade no gameplay. O jogo possui três modos principais para as corridas:

  • Chaos GP – o campeonato clássico de praticamente todo jogo de corrida onde você ganha pontos de acordo com sua colocação. Cada etapa da competição garante 3 pontos ao primeiro colocado, 2 ao segundo, 1 ao terceiro e nenhum ao último. Quem somar mais pontos leva o troféu para casa. Há três modos de dificuldade em Chaos GP: Green, Yellow e Red. Cada modo possui 6 pistas com os temas das fases de Sonic the Hedgehog para Mega Drive, totalizando 18 pistas diferentes;
  • Free run – selecionar este modo permite que o jogador escolha uma pista qualquer para correr sozinho, apenas para reconhecimento das fases e quebra de tempos recordes. Basta escolher onde e com quem correr e a diversão está garantida;
  • Versus – caso você tenha um cabo Gear-to-Gear, poderá jogar com seu amigo. Jogos de corrida sem a opção de uma amistosa disputa não teriam a menor graça, certo?

Também é possível acessar as opções do jogo, onde você poderá aumentar o nível de dificuldade e conferir o Sound Test.

Itens

Quatro são os personagens que você poderá escolher em Sonic Drift. Quatro também são os itens que encontrará espalhados pelas pistas para ajudá-lo a vencer seus adversários. São eles:

  • Anel – permite que o personagem utilize seu poder especial. Cada uso consome 2 anéis;
  • Mola – joga o corredor para o ar, podendo ultrapassar facilmente seus oponentes;
  • Monitor vermelho – concede ao corredor um pequeno aumento na velocidade. Não se esqueça de pegar este para garantir uma corrida tranquila na liderança;
  • Monitor azul – garante invencibilidade temporária a quem o utiliza (como o monitor de estrelas dos jogos de plataforma do Sonic).

Não é necessário coletar nenhum destes itens durante a corrida, mas utilizá-los é sempre bom. Vai que um certo homem ovo acerta seu personagem com uma bomba…

Conheça os competidores

O universo de Sonic não contava com muitos personagens em 1994, então as opções são bem limitadas. Confira os personagens selecionáveis e suas características:

  • Sonic – a bordo do Cyclone, o personagem principal da aventura possui boa aceleração e velocidade, mas não é dos melhores na hora das curvas. Possui como especial o Dash, permitindo-o ganhar velocidade adicional;
  • Tails – seu carro é o MTP-01 Wheelwind. Tails é o melhor nas curvas, mas a velocidade máxima é seu ponto fraco. Pode voar por alguns instantes com seu especial;
  • Amy – a debutante da Sega possui ótima aceleração e o mesmo defeito de Tails enquanto dirige o veículo Breeze. Pode atacar seus adversários com corações, deixando-os mais lentos por alguns instantes;
  • Robotnik (Dr. Eggman) – em sua máquina voadora denominada Egg Typhoon-gou, possui alta velocidade e baixa aceleração. Solta bombas em seus adversários, que possuem o mesmo efeito da banana de Mario Kart, fazendo-os rodar. O oponente perderá seus anéis também.

Jogar Sonic Drift vale a pena?

Se você é um véio que gosta de coisa véia e possui uma paixão por jogos da Sega, vale. Apenas leve em conta que Sonic Drift é capaz de deixá-lo ocupado por no máximo 1 hora (caso você resolva correr em todos os campeonatos). Depois, torna-se extremamente repetitivo e não apresenta grandes desafios. Cada corrida leva aproximadamente 1 minuto para ser completada, tornando o jogo extremamente fácil e não deixando aquele gostinho de “quero mais”.

Algumas pessoas também relatam que o design do asfalto das pistas é extremamente irritante, pois possui dois tons diferentes (as cores variam de acordo com a fase) que passam pela tela com uma rapidez gigantesca, chegando a incomodar os olhos do jogador.

O jogo chegou ao ocidente apenas em compilações clássicas da Sega como Sonic Mega Collection Plus, mas nunca teve seu manual traduzido oficialmente. Encontrar um cartucho original de Sonic Drift não deve ser tarefa fácil atualmente!

Como um bom fã da Sega, o Véio não se importa com as críticas e mantém sua paixão por Sonic sempre viva. Cada minuto gasto no portátil da Sega foi eternizado em sua memória e hoje é lembrado com carinho.

Já jogou Sonic Drift? Escreva nos comentários como foi sua experiência com o Game Gear.

Vídeo

Sonic Drift – Gameplay (Fonte: World of Longplays)

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo