Sub-Zero – a eterna geleira de Mortal Kombat sob o manto azul da excelência

Fabio Zonatto / 6 de junho de 2017 / Colunas, Personagens

Dentre os ninjas multicoloridos de Mortal Kombat, Sub-Zero sem dúvida alguma é um dos mais populares (e dos poucos a permanecer um “ninja” após as mudanças feitas em personagens como Reptile, Ermac e Rain). Sua longa história como rival de Scorpion data desde o primeiro Mortal Kombat, quando ambos encarnavam algo que se parecia com um duelo entre o gelo e o fogo.

Mas a biografia deste ex-assassino dos Lin Kuei evoluiu imensamente desde o jogo de 1991, e hoje daremos uma olhada nesta trajetória para entendermos melhor este tão popular e querido ninja. Tal história que reconta a vida de Sub-Zero não é das mais fáceis a ser acompanhada – ainda mais porque seu nome é na verdade um título que foi carregado por dois irmãos guerreiros.

Ficha Técnica

 

Criomantes no Reino da Terra

Algo que pode passar despercebido a muitos fãs é o fato de que os irmãos Sub-Zero herdaram suas habilidades de controle sobre o frio e o gelo de seu pai, um guerreiro pertencente a espécie Criomante, originária de Outworld. Este homem viria para o Reino da Terra, onde conheceria uma humana com a qual desenvolveria laços afetivos.

Deste relacionamento nasceram Bi-Han e Kuai Liang, duas crianças metade humanas, metade “Outworlders” como seu pai. Embora o casal tenha inicialmente jurado manter seus filhos longe deste mundo de guerras entre seus reinos, isto não estava predestinado a acontecer: ambos os meninos foram raptados ainda bebês por um agente do clã ninja Lin Kuei, que “recrutava” seus guerreiros ainda no berço e sempre buscavam prodígios de grande potencial.

Crescendo entre os frios assassinos, Bi-Han e Kuai Liang tornaram-se armas desprovidas de emoções como empatia ou misericórdia, e suas habilidades sobre-humanas logo fizeram deles os melhores guerreiros que o Lin Kuei tinha a oferecer a seus contratantes. Neste ponto, nossa história divide-se em duas…

Bi-Han: o primeiro Sub-Zero

O primeiro ninja a utilizar este nome foi Bi-Han, um veterano de muitas batalhas que viveu e morreu leal aos comandos dados pelo antigo Grande Mestre do clã Lin Kuei.

Nos tempos de Bi-Han, o mercenário clã Lin Kuei era conhecido e temido por seus ninjas assassinos, disponíveis para serem contratados seja lá por quem pudesse pagar seu preço. Durante o torneio ocorrido nos eventos do primeiro Mortal Kombat, Bi-Han foi incumbido pelo Lin Kuei da tarefa de assassinar o organizador Shang Tsung e lhe roubar seus tesouros, porém uma antiga história de vingança não permitiria que o ninja completasse sua missão – sequer que sobrevivesse à ela.

Ocorre que os Lin Kuei tinham um clã ninja rival, os Shirai Ryu. Inimigos de morte jurados, ambos os clãs já estavam em guerra há muitos anos quando chegamos aos acontecimentos do jogo Mortal Kombat Mythologies: Sub-Zero, onde o feiticeiro demoníaco Quan Chi utilizaria um estratagema desprezível que entrelaçaria os destinos do ninja gélido e de seu futuro rival Scorpion para sempre.

O objetivo de Quan Chi era apossar-se de um antigo e poderoso medalhão, com o qual pretendia reviver o deus caído Shinnok. Para reaver a relíquia, o feiticeiro contratara os serviços dos Lin Kuei, que não arriscariam uma missão tão importante e logo enviariam seu melhor guerreiro para completar a missão: Sub-Zero. Porém, o que nem este, nem o Grande Mestre dos Lin Kuei sabiam é que Quan Chi também havia contratado os rivais Shirai Ryu para, desta forma, aumentar as chances de que algum dos mercenários lhe trouxesse o medalhão… E foi Hanzo Hasashi – o  Scorpion – o escolhido de seu clã para a tarefa.

Ambos os ninjas acabaram encontrando-se durante a jornada, e após um terrível duelo, Sub-Zero emergiu vitorioso. Sem mostrar misericórdia, Bi-Han assassinou seu oponente a sangue frio, enviando o espírito de Scorpion ao Netherrealm – o plano das almas perdidas. Mas a história entre os dois não terminaria aí, uma vez que o representante dos Shirai Ryu faria um pacto para retornar ao plano terreno como um espectro vingativo.

Ainda durante a busca de Sub-Zero pelo artefato de Quan Chi, uma vez mais os inimigos jurados lutaram, e novamente seria Bi-Han a emergir vitorioso… Porém a sede de vingança de Scorpion era a única coisa a sustentar sua existência, e ela jamais se dissiparia até que o ninja de traje amarelo a saciasse com a alma daquele que fora seu algoz. Scorpion teria sua vingança, não importando o preço.

Neste momento, retornamos ao torneio de artes marciais decorrido no primeiro Mortal Kombat. Como já mencionado, lá estava Bi-Han para cumprir a mais um contrato e roubar as riquezas de Shang Tsung… Até que, entre seus adversários nas etapas do campeonato, um deles mostra-se como sendo seu velho inimigo Scorpion.

O último duelo entre o primeiro Sub-Zero e o que um dia fora Hanzo Hasashi é feroz, com ambos mostrando o porquê de terem sido considerados os melhores em seus clãs de origem. Mas desta vez seria Scorpion a superar Sub-Zero em combate, e com seu oponente ao chão ele declara todo o seu ódio e rancor não somente por Bi-Han ter sido seu carrasco, como também acusando-o de ter matado todo o seu clã e sua família ao lado dos exércitos de extermínio do Lin Kuei. Diante destas últimas acusações, Bi-Han mostra-se confuso e nega com veemência. “Não fui eu! Não matei sua família!”

Contudo, a mente do espectro já estava envenenada com os conselhos do traiçoeiro Quan Chi – responsável pelo pacto que permitiu a Scorpion retornar do Netherrealm. Cego pela dor de suas perdas, o ninja de vestes amareladas ignora os apelos de um Sub-Zero já derrotado e ferido para finalmente obter sua vingança, matando-o. Um dos ninjas do gelo havia sido assassinado… Porém seu manto não seria esquecido.

Kuai Liang – o sucessor da gélida tradição

Até este ponto, Kuai Liang – irmão mais novo de Bi-Han que também tinha suas habilidades criomânticas – tratava-se de outro assassino obediente dos Lin Kuei operando sob o codinome Tundra. Mesmo nestes tempos, o jovem já era uma das mais eficientes, leais e letais armas do clã, e pelo irmão nutria grande respeito e admiração (apesar de ambos jamais terem desenvolvido laços de família).

Ao tomar conhecimento de que Bi-Han fora morto durante o Mortal Kombat, um ressentido Kuai Liang promete vingá-lo e passa a ver Scorpion como seu alvo mais importante. Ele passa a dedicar-se em intenso treinamento, até que chega-lhe a notícia de um novo torneio sendo organizado por Outworld – oportunidade perfeita para enfrentar o espectro assassino.

Kuai Liang então pede permissão ao Grande Mestre de seu clã para prosseguir com a missão jamais cumprida por seu irmão mais velho no primeiro torneio – logicamente como um pretexto para enfrentar seu carrasco. Pouco antes de partir, ele toma para si o traje e codinome Sub-Zero como honraria para a qual havia se preparado e que agora considerava-se digno de herdar.

Exatamente neste ponto, os registros históricos do personagem apresentam uma grande lacuna. Originalmente, a versão da criadora Midway dizia que o espectro de Hasashi descobriria que Kuai Liang não tratava-se do mesmo Sub-Zero frio e assassino que ele derrotara durante o primeiro torneio ao presenciar o novo guerreiro poupando um adversário em batalha (ele acreditava que tal misericórdia jamais seria demonstrada por Bi-Han). Após o ocorrido, Scorpion faria um voto pessoal de agora proteger Kuai Liang das sombras – isto para que, de forma velada, pudesse se desculpar sobre seu irmão. Da mesma forma, pouco é dito sobre como Sub-Zero teria deixado de lado seu ardente desejo de vingança.

Posteriormente ao alterar a trama, a Midway afirmaria que Scorpion não mais seria um “guarda-costas” para o novo Sub-Zero, e sim que somente havia jurado jamais feri-lo. Nesta nova versão, também é dito que Raiden teria abordado Kuai Liang para aconselhá-lo, almejando impedir que ele seguisse os mesmos passos sombrios de Bi-Han. A partir deste ponto, Sub-Zero começaria a mudar sua forma de pensar e aproximaria-se cada vez mais dos caminhos da virtude e justiça – isto para completa desaprovação do Grande Mestre dos Lin Kuei, que veria nas atitudes do jovem um forte motivo para levar adiante um frio plano que visava eliminar qualquer futura traição de ninjas subordinados.

Amizade com Smoke e a Cyber-Iniciativa

Em seus anos como fiel assecla do Lin Kuei, Kuai Liang (ainda como “Tundra”) tornou-se muito próximo de outro assassino ninja com o qual realizou algumas missões: seu nome era Thomas Verbada, que operava sob o codinome Smoke. Não demoraria e ambos tornariam-se grandes amigos, costumando cuidarem um do outro diante do perigo.

Assim que o novo Sub-Zero começa a questionar os métodos utilizados pelo clã (sob influência das palavras de Raiden durante o segundo Mortal Kombat), Smoke gradativamente começa a fazer o mesmo. Isto não passou despercebido por Sektor – um frio guerreiro como fora Bi-Han e filho do Grande Mestre, que eventualmente influenciaria ainda mais seu pai a levar adiante a infame “Cyber-Iniciativa”. O objetivo era simples: transformar os seguidores ninjas em ciborgues de poderes aumentados e desprovidos de emoções e vontade própria, existindo somente para seguirem os comandos lhes dados.

Com a aprovação do mestre, Sektor e Cyrax (este último contra sua vontade) são submetidos ao processo e transformados em máquinas assassinas. A missão inicial da dupla era a de perseguir e capturar ninjas fugitivos que não aceitassem voluntariamente o “cyber-futuro” do Lin Kuei, e logo vêem-se no encalço de Kuai Liang e Smoke: os amigos jamais concordariam com aquela loucura e imediatamente desertaram.

Novamente, aqui temos um ponto de alteração na história – porém este é devido ao recomeço (ou “reboot”) da trama promovido no jogo Mortal Kombat lançado em 2011. Originalmente (ou seja, antes deste citado título), a história nos dizia que Sub-Zero fora capaz de escapar, porém que Smoke não havia tido a mesma sorte. Transformado também em uma máquina desprovida de emoções, agora o ninja da névoa passaria a integrar os esquadrões de extermínio robóticos do Lin Kuei e juntar-se a Sektor e Cyrax na caçada por seu ex-amigo Sub-Zero.

A sede de poder de Sektor apenas cresceria, eventualmente o levando a assassinar seu próprio pai para tomar-lhe o posto de Grande Mestre. No comando de um exército de cyber-ninjas, Sektor continuou em sua busca pelo traidor Kuai Liang até que seus destinos cruzaram-se pela última vez no torneio ilustrado no título Mortal Kombat Gold: em um confronto feroz, Sub-Zero derrota o maligno ciborgue vermelho e acaba por sucede-lo como o novo Grande Mestre dos Lin Kuei.

Reconstruindo seu clã e lhe dando um novo começo, Kuai Liang faz dos Lin Kuei uma facção aliada aos interesses do Reino da Terra, auxiliando Raiden e seus guerreiros nos subseqüentes torneios de Shao Kahn a manter os portões fechados para uma invasão de Outworld.

No entanto, após o citado recomeço desde o primeiro Mortal Kombat, a história é reescrita a partir do ponto em que Sub-Zero e Smoke estão em fuga de seus cyber-perseguidores – neste novo universo revisado, é Kuai Liang que acaba capturado por Sektor e Cyrax para permitir a Smoke uma chance de escapar do terrível destino metálico. De forma trágica, Sub-Zero é submetido a Cyber-Iniciativa e transformado na unidade LK-52O.

Brevemente alistado aos exércitos de Shao Kahn como parte do Lin Kuei – que naquele momento havia sido completamente incorporado às hostes de Outworld sob a supervisão de Sektor – Sub-Zero acaba enfrentando os guerreiros de Raiden como um frio assassino sem qualquer memória de seu passado. Derrotado por Kabal e desativado devido aos danos do combate, o ninja metálico é levado ao esconderijo dos heróis graças a influência de Smoke e Raiden.

Eventualmente, o major das forças especiais Jackson “Jax” Briggs consegue reprogramar o ciborgue do gelo, desativando as diretrizes que o tornavam um marionete sob o comando de Sektor e fazendo-o retomar sua consciência. Novamente no controle de suas ações, Kuai Liang une-se ao amigo Smoke e volta a alinhar-se ao Reino da Terra. Porém tal aliança não duraria por muito tempo…

Morte e ressurreição como Espectro

O imperador Shao Kahn – insatisfeito com os fracassos de seus guerreiros em exterminar com as forças de resistência da Terra – decide apostar em um ataque devastador perpetrado por apenas uma única agente: Sindel, outrora a rainha de Edenia (um dos muitos reinos conquistados por Outworld através das vitórias obtidas no Mortal Kombat) e agora uma criatura revivida por bruxaria, completamente leal ao tirano Kahn.

Enormemente fortalecida pelos poderes de Shang Tsung, que foram arrancados do feiticeiro e ofertados a ela pelo próprio Shao Kahn, Sindel invade o santuário dos guerreiros da Terra em uma investida surpresa. Pegos despreparados, muitos bravos heróis são superados pela demoníaca inimiga e assassinados ali mesmo – inclusive Kuai Liang, que mesmo com suas habilidades como Cyber Sub-Zero não é capaz de fazer frente ao enorme poder de luta de Sindel.

Após tombar em batalha de forma heróica, o espírito de Sub-Zero é enviado ao mesmo lugar que anos antes havia recebido e corrompido de forma hedionda as almas de Hanzo Hasashi e de seu irmão Bi-Han (agora, o espectro maligno Noob Saibot): Netherrealm. Neste purgatório, o feiticeiro-demônio Quan Chi reina soberano, e logo apodera-se das almas de Kuai Liang e dos demais chacinados por Sindel.

Concedendo-lhes uma nova existência de escravidão na forma de espectros (como Scorpion e Noob Saibot antes deles), aqueles que um dia foram nobres guerreiros retornam a vida como arremedos cruéis e sedentos por destruição – isto passados 25 anos desde suas mortes terrenas.

Kuai Liang está entre os que retornam, e agora novamente como um homem de carne e osso, já que Quan Chi acredita que os sistemas robóticos poderiam interferir em seu controle sobre o ninja. No entanto, o Grande Mestre consegue libertar-se da influência do feiticeiro (aqui novamente encontramos lacunas, que deixam os detalhes desconhecidos sobre estes acontecimentos) e retorna ao antigo templo dos Lin Kuei nas montanhas. Lá, ele reforma a ordem dos ninjas e mantêm a ordem sobre eles.

Visivelmente bem mais velho, o atual Sub-Zero é um homem respeitável, sábio e que mostra extremo auto-controle. Durante os acontecimentos de Mortal Kombat X, ele mostra que ainda é um forte aliado de Raiden e seus guerreiros, além de conferenciar com o revivido Hanzo Hasashi – agora um campeão dos Elder Gods – para esclarecer que nem ele, nem seu irmão Bi-Han tiveram algo a ver com a morte dos Shirai Ryu e de sua mulher e filho.

Finalmente em completa paz com seu rival de longa data, Kuai Liang agora tem o olhar focado somente no que mais lhe importa: o futuro de seu clã e do Reino da Terra.

Jogos com nosso amigo Sub-Zero

Não são poucos os títulos que já tiveram presença ou mera participação do ninja azul em seus gameplays – isto porque, só de Mortal Kombats, já foram nada menos que 20 jogos em que Sub-Zero deu as caras (ele só não esteve em Mortal Kombat: Special Forces, lançado para o PS1 em 2000). Vale lembrar que nem em todos ele era um personagem disponível para ser controlado.

A aparição mais recente de Kuai Liang deu-se em Mortal Kombat XL (versão completa de Mortal Kombat X, incluso todo o conteúdo extra), onde pode ser jogado em sua versão em carne e osso, bem como também pinta em forma secreta Cyber Sub-Zero, sendo uma das instâncias de luta do personagem Triborg. Seu próximo compromisso marcado será no jogo Injustice 2, onde será disponibilizado como um conteúdo extra para download.

Além de Jax (MK: Special Forces), Liu Kang e Kung Lao (Mortal Kombat: Shaolin Monks), Sub-Zero é um dos únicos a ter um jogo da franquia onde é o protagonista – o já citado Mortal Kombat Mythologies: Sub-Zero.

  • Mortal Kombat (1991)
  • Mortal Kombat II (1993)
  • Mortal Kombat 3 (1995)
  • Ultimate Mortal Kombat 3 (1995, como uma atualização de MK3)
  • Mortal Kombat: Trilogy (1996)
  • Mortal Kombat Mythologies: Sub-Zero (1997)
  • Mortal Kombat 4 (1997)
  • Mortal Kombat Gold (1999, exclusivo para o Sega Dreamcast)
  • Mortal Kombat Advance (2001, exclusivo para o Game Boy Advance)
  • Mortal Kombat: Deadly Alliance (2002)
  • Mortal Kombat: Tournament Edition (2003, apenas participação / não jogável)
  • Mortal Kombat: Deception (2004)
  • Mortal Kombat: Shaolin Monks (2005)
  • Mortal Kombat: Armageddon (2006)
  • Mortal Kombat: Unchained (2006, exclusivo para o PlayStation Portable)
  • Ultimate Mortal Kombat (2007, exclusivo para o Nintendo DS)
  • Mortal Kombat vs. DC Universe (2008)
  • Mortal Kombat (2011)
  • Injustice Gods Among US (2013, apenas participação / não jogável)
  • Mortal Kombat X (2015)
  • Mortal Kombat XL (2016, também como variação secreta de Triborg, Cyber Sub-Zero)
  • Injustice 2 (2017, como conteúdo adquirido separadamente)

Sub-Zero em outras mídias

Nos quadrinhos, Mortal Kombat fez grande sucesso e conta com diversas histórias paralelas aos jogos que cobrem lacunas de enredo deixadas pelos torneios, além de também contarem situações inéditas – tudo visando expandir o universo criado por Ed Boon e John Tobias. A mais recente saga é a que narra os acontecimentos decorridos em Mortal Kombat X, já contando com 12 edições e 3 volumes-coletânea (somente em inglês). Importante frisar que nesta série temos um desenvolvimento mais detalhado de Kuai Liang após sua ressurreição, e como ele libertou-se de Quan Chi e sua influência maligna.

Nos cinemas, a franquia já recebeu duas grandes adaptações: Mortal Kombat (1995) e Mortal Kombat: A Aniquilação (1997). Em ambos os longas temos a participação de Sub-Zero, sendo que no primeiro vemos uma adaptação de Bi-Han (interpretado pelo ator Françoise Petit) sob o comando de Shang Tsung (o que não corresponde a sua história nos videogames), e no segundo somos apresentados ao jovem Kuai Liang (vivido por Keith Cooke), já como um aliado do Reino da Terra.

No mesmo ano de lançamento do filme, também recebemos em VHS (que até hoje permanece sem lançamento em DVD) a animação Mortal Kombat: The Journey Begins. Contando os acontecimentos que antecederam o primeiro jogo, o curta-metragem era pioneiro pois aliava o desenho tradicional a animação em CGI (ainda que em estágios bem iniciais). Hoje, a fita original é uma tremenda raridade para colecionadores.

Sub-Zero também esteve nas telinhas em outras animações e séries. Dentre estas obras, os mais velhos poderão lembrarem-se de Mortal Kombat: Os Defensores da Terra (1996), exibido no Brasil em versão dublada pelo extinto canal pago Fox Kids que contou com 13 episódios. Sem alcançar boas críticas e aceitação, a animação foi cancelada ao final da primeira temporada. Nela, Sub-Zero aparecia como visto em Mortal Kombat 3 – sem sua máscara e com uma cicatriz em um dos olhos, sendo um dos protagonistas.

Nosso ninja do gelo também surgiria em outro fiasco da TV – a série com atores reais Mortal Kombat: A Conquista (de 1998 a 1999), por aqui exibido pelo canal pago Warner e também pelo SBT. A série contou com 22 episódios, dos quais nosso camarada geladinho apresenta-se em 2 deles: “Cold Reallity” e “The Serpent and the Ice” (representado pelo artista marcial J.J. Perry em ambos os casos). Por também não atingir as expectativas comerciais desejadas, esta série teve o mesmo triste fim do cancelamento.

Por fim, uma das mais bem recebidas aparições de Sub-Zero deu-se em uma web-série para o Youtube batizada Mortal Kombat Legacy. Aqui, temos uma realidade paralela onde Bi-Han (interpretado por Kevan Ohtsji) e Hanzo Hasashi aprofundam-se em sua rivalidade antes deste último tornar-se o espectro morto-vivo Scorpion.

Considerações finais: o eterno Mestre do Frio

Poucos personagens na história dos jogos de luta conseguiram alcançar o patamar de popularidade atingido por Sub-Zero e seu nêmese Scorpion – a dupla é um dos maiores ícones de grandes rivalidades nos videogames. Porém, particularmente acredito que a história do ninja azul vá ainda mais longe, pois é das mais complexas que este redator já pode observar em sua longa vida enquanto gamer.

O guerreiro que atualmente atende pelo nome de Kuai Liang mostra uma enorme história de combates e aprendizado até que o encontramos hoje no trono dos Lin Kuei – e seus criadores fizeram um ótimo trabalho nos conduzindo através de sua história, desde que o manto-safira fora usado pelo frio Bi-Han, mais de 26 anos atrás. E alguém ainda tem dúvidas de que este guerreiro será lembrado ainda por muitas décadas mais?

Está aí uma geleira que aquecimento global nenhum poderá derreter – Kuai Liang, antigo Tundra e hoje Sub-Zero: Grande Mestre do Lin Kuei e defensor do Reino da Terra!

Vídeos

Evolução de Sub-Zero ao longo dos anos – Fonte: Krypt Values

Sub-Zero vs. Scorpion na série “Mortal Kombat: A Conquista” – Fonte: RyuHayabusa005

Primeiro episódio da animação “Mortal Kombat: Os Defensores do Reino” – Fonte: 2000Filmes

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo