Top 10: jogos que queremos ver no PlayStation Classic

por Ítalo Chianca em 28 de setembro de 2018

Quando a Sony anunciou o lançamento do PlayStation Classic para dezembro de 2018, foi revelado que o console virá com 20 games na memória. No entanto, apenas cinco títulos foram revelados até o momento: Final Fantasy VII, Tekken 3, Wild Arms, Jumping Flash, e Ridge Racer Type 4.

Desse modo, enquanto a Sony não anuncia o restante dos games que virão na versão mini do console, elegemos, com a ajuda dos nossos leitores, os dez jogos que mais queremos jogar no PlayStation Classic. Confira.

10. Tomb Raider II

Com amplos cenários 3D, momentos de pura ação, puzzles criativos e uma heroína que se tornou a musa dos games de aventura na década de 1990,  Tomb Raider II é um dos nossos desejos para a lista final do PlayStation Classic.

É difícil escolher entre os jogos da série para o PS1, mas Tomb Raider II entregou tudo o que consagrou Lara Corft como uma das personagens mais marcantes daquela geração. O jogo era enorme, equilibrando ação, exploração e quebra-cabeças como poucos. Além disso, traz o visual poligonal que tanto caracterizou o console durante sua longa vida útil.

9. Metal Gear Solid

Misturando ação, exploração e stealth, Metal Gear Solid inovou ao apresentar uma aventura cinematográfica de extrema qualidade no PlayStation, com direito a momentos icônicos, frutos da mente genial do lendário desenvolvedor Hideo Kojima.

O jogo, lançado em 1998, vendeu mais de seis milhões de cópias, sendo um dos mais bem avaliados do console e o responsável por transformar a série Metal Gear em uma das mais bem sucedidas dos videogames. Com certeza, vale a pena re-jogar esse clássico da espionagem poligonal, mesmo com a ausência do controle Dual Shock, tão importante para alguns trechos do jogo.

8. Driver 2

Quando GTA ainda não era o que conhecemos hoje, era com Driver que podíamos ter uma experiência mais próxima possível de “mundo aberto” roubando carros, cumprindo missões espalhadas pela cidade, ou simplesmente vagando sem rumo pelas estradas nos mais diferentes modelos de automóveis.

Embora o jogo não seja um dos melhores da plataforma, a mecânica e a forma com que divertia os jogadores na época são um ótimo atrativo para uma coletânea de jogos clássicos.

7. Medal of Honor

Pensando na variedade de gêneros que o PlayStation Classic pode oferecer, nada melhor do que desejar um dos melhores FPS daquela geração. Medal of Honor trouxe realismo, diversão e uma das jornadas mais imersivas para o console.

O jogo é ambientado na Segunda Guerra Mundial, contando com sete grandes missões que abrangem 24 fases. O que torna o jogo especial é a qualidade da recriação dos cenários, dos personagens e das armas. Sem falar na boa jogabilidade, que mesmo com poucos jogos do gênero em consoles, conseguia cativar e convencer os jogadores. Pensou em jogo de tiro no PS1, pensou em Medal of Honor.

Leia também:  Advancing Walls of Doom

6. Tony Hawk’s Pro Skater 2

Carregando o nome de um dos maiores nomes do skate mundial, essa pérola do PS1 foi uma verdadeira febre na década de 2000, principalmente por unir, de forma extremamente equilibrada, bons gráficos, excelente trilha sonora, jogabilidade viciante e muitos modos de jogo que tornavam a jogatina quase infinita.

Dava para “zerar” o game no modo carreira, completando vários objetivos criativos sobre duas rodas ou podíamos andar livremente pelas pistas, apenas manobrando. E, claro, o maravilhoso multiplayer para desafiar os amigos para ver quem fazia a maior pontuação. Ah, e não podemos esquecer do Homem-Aranha, personagem desbloqueável que fazia a alegria da galera na época.

5. Gran Turismo 2

Indispensável em qualquer lista de melhores jogos de corrida, Gran Turismo 2 precisa estar no PS Classic. O jogo, que traz cenários bem detalhados, ótima simulação e uma variedade absurda de veículos (650 carros) é um dos títulos que mais fizeram a diferença na biblioteca do console, principalmente na comparação com os concorrentes.

O jogo apresentava um sistema bastante realista de simulação de direção para a época, divertindo os jogadores com as provas para se conseguir licenças, corridas frenéticas, compra e venda de carros e até um modo multiplayer em tela dividida. Eram dois discos (um para o modo arcade e outro para o modo simulação) indispensáveis para os donos de um PS1.

4. Crash Bandicoot

Protagonista de uma trilogia de qualidade no PlayStation e tido por muitos como a mascote do console, Crash precisa fazer parte do pacote com 20 jogos no PS Classic. Embora seus jogos tenham sido remasterizados para a atual geração, poder jogar o primeiro game com aquele controle cinza é uma experiência quase obrigatória para quem comprar a versão mini.

O jogo traz tudo o que se espera de uma autêntica aventura em plataforma, mas com visual estilizado, personagem insano, momentos divertidíssimos e um desafio digno dos anos 80.

3. Crash Team Racing

Já que Crash é a mascote do primeiro PlayStation, não custa nada desejar dois jogos dele nessa lista, não é? Se o game de plataforma já foi um sucesso entre os críticos, Crash Team Racing agradou a galera que gostava de um multiplayer maluco para curtir com os amigos.

Leia também:  Os jogos mais vendidos do Mega Drive

Em C.T.R., a turma do Crash se reuniu para tirar uns rachas de kart no melhor estilo Mario Kart, mas com direito a modo carreira e um monte de opções que testam as habilidades do jogador. Não falta diversão, itens para conseguir e personagens para desbloquear.

2. Resident Evil 2

Estrelado por Leon S. Kennedy e Claire Redfield, Resident Evil 2 é um clássico do survival horror que surgiu no PlayStation e fez história como um dos jogos mais completos de ação em terceira pessoa, com uma trama que se entrelaça, quebra-cabeças interessantes, exploração e momentos de tirar o fôlego.

O segundo título da saga de zumbis da Capcom é um dos games mais aclamados para o PS1, com destaque para a ambientação aterrorizante da cidade em caos, os ótimos gráficos pré-renderizados, as CGs que embalavam a trama e todo o sentimento de terror que a equipe liderada por Hideki Kamiya e Shinji Mikami conseguiram criar no 32-bit da Sony. Sua relevância é tamanha que o remake anunciado para 2019 é um dos games mais aguardados da atual geração.

1. Castlevania: Symphony of the Night

Analisando hoje, é fácil colocar Castlevania: Symphony of the Night no topo da nossa lista de desejos para o PlayStation Classic. Mas quando foi concebido, o preconceito por se tratar de um jogo 2D, justamente para um console que vendia a ideia de ser uma central de jogos em três dimensões, não parecia muito atrativo para produtores e mídia especializada.

Contudo, Symphony of the Night foi a evolução que os games de plataforma com visual em pixel precisavam para a geração 32-bit. Trilha sonora soberba, gráficos desenhados à mão, animação fluida, efeitos 3D nos cenários, um mapa enorme e interligado, jogabilidade precisa e cheia de alternativas, grande variedade de itens, segredos, armas e personagens faziam parte do disco.

Controlar Alucard pelo castelo de Drácula é uma das experiências mais gratificantes que um jogo pode proporcionar no PlayStation original, misturando diversos elementos de ação, exploração e RPG. Esse é aquele tipo de jogo que você sempre revisita, quase anualmente, para se divertir e relembrar como os jogos clássicos são incríveis.

E você, caro leitor? Quais jogos gostaria de ver no PlayStation Classic em dezembro de 2018?

Revisão: Rafael Belmonte

Capa: Eduardo Paiva


Leia mais sobre: , , ,