Os jogos mais vendidos do Game Boy

Eidy Tasaka / 29 de novembro de 2016 / Top 10

O mercado de portáteis responde por uma fatia considerável das vendas de jogos eletrônicos. E não, não estou incluindo os smartphones nessa conta, já que eles são um caso totalmente à parte. Aqui, estou tratando única e exclusivamente dos aparelhos 100% dedicados para a jogatina digital.

Esse aceno do público para a portabilidade começou com o Game & Watch, mas foi explodir de vez no final da década de 1980, com o lançamento do Game Boy.

gameboy-colecao-jogoveio

Telinha verde, poucas variações de tonalidade, mas um universo infinito de possibilidades de diversão. Desde o mais simples dos puzzles, passando por franquias consagradas da Nintendo e ainda arrumando espaço para construir suas próprias lendas, o portátil de Gunpei Yokoi surpreendeu o mundo.

Confira abaixo os dez jogos mais vendidos do Game Boy e descubra conosco porque ele foi tão importante para a indústria dos jogos.

10. Super Mario Land 3: Wario Land (1994 – 5.19 milhões)

Não se espante, mas essa lista está dividida em três grupos: ou o jogo é do Mario, ou é um puzzle, ou pertence à franquia Pokémon. O que acontece é que o Game Boy teve três momentos bastante distintos, responsáveis por picos poderosos de venda.

O primeiro deles veio com a licença de Tetris, o puzzle de juntar peças de Alexey Pajitnov. Febre na época, ajudou a popularizar o Game Boy com a possibilidade de levar a jogatina para qualquer lugar.

Além disso, ainda tinha o apoio das principais franquias do NES para fortalecer as vendas: Metroid, Zelda, Mario e Kirby estrelaram suas próprias versões portáteis, aproveitando inclusive para testar novos elementos de gameplay.

gameboy-ad

Numa dessas experimentações, tivemos a estreia de Wario como protagonista de um game de plataforma. E apesar de carregar o nome do encanador bigodudo, SML3 carrega o DNA de Wario por inteiro: o narigudo distribui ombradas, usa capacete de touro, arremessa inimigos, lança fogo como um dragão, enfim, faz o inferno na Terra.

É um excelente jogo e fez bom uso da marca Super Mario Land, já consolidade através dos dois jogos anteriores, que inclusive estão nessa lista!

9. Pokémon Pinball (1999 – 5.31 milhões)

No título anterior, nós dissemos que o Game Boy cresceu apoiado em três grandes momentos, mas citamos apenas dois deles. Pois bem, eis o terceiro: Pokémon!

pokemon-pinball-jogoveio

Os monstrinhos de bolso tiveram um efeito avassalador na cultura pop e no valor das ações da Nintendo. Qualquer produto que carregasse a marca Pokémon tinha grandes chances de ser um sucesso de vendas. Se aproveitando disso, a Big N tratou de lançar um jogo de Pinball com mesas baseadas em Pokémon Red e Blue, se aproveitando de algumas mecânicas da série, como a captura e evolução dos monstrinhos.

Pra completar o pacote, Pokémon Pinball ainda tinha função rumble, com um slot para uma pilha AAA no próprio cartucho.

pokemon-pinball-jogoveio-cartucho

8. Dr. Mario (1989 – 5.34 milhões)

drmario-gb-jogoveio

Uma variação de Tetris, mas com o encanador bigodudo no centro de tudo. Afinal de contas, a Nintendo não está aí há mais de cem anos por ser boba, né? É claro que eles íam arranjar um jeito de surfar a onda dos puzzles!

Encaixe pílulas, elimine vírus, evite que a tela se encha… A mecânica consagrada de sempre!

7. Pokémon Crystal Version (2000 – 6.39 milhões)

pokemon-crystal-cover-gb-jogoveio

O último título canônico da franquia lançado para o Game Boy. Depois de Crystal, os monstrinhos de bolso voltaram a dar as caras apenas em Pokémon Ruby / Sapphire, já no Game Boy Advance.

Crystal é a terceira versão da saga que se passa no continente de Johto, implementando algumas melhorias gráficas e de enredo aos já consagrados Pokémon Gold e Silver. Foi febre entre os fãs.

6. Super Mario Land 2: 6 Golden Coins (1992 – 11.18 milhões)

supermarioland2-jogoveio

Os eventos desse jogo acontecem logo após o término do primeiro Super Mario Land. Após derrotar Tatanga, Mario acaba encontrando um novo inimigo: o estreante Wario, contraparte maligna do bigodudo.

Mais um bom jogo do Mario, que além de elevar a estima do personagem, ainda ajudou a consolidar a série Land como um dos pilares para as vendas do Game Boy.

5. Pokémon Yellow: Special Pikachu Edition (1998 – 14.64 milhões)

pokemon-yellow-gb-jogoveio

As versões Red e Blue estavam vendendo feito água, enquanto o anime adicionava alguns preciosos pontos ao ibope da TV Record, no programa da Eliana. Unindo o útil ao agradável, a Game Freak teve a brilhante ideia de lançar uma terceira versão do jogo, dessa vez adaptando parte do conteúdo e da história à realidade do anime.

pokemon-yellow-gb-jogoveio

Além de você começar o jogo com um Pikachu (Charmander, Squirtle e Bulbasaur entram no time em momentos distintos da trama), ainda tem os confrontos clássicos com Jesse e James, além de algumas mudanças cosméticas que deram sobrevida ao título.

4. Super Mario Land (1989 – 18.14 milhões)

supermarioland-gb-jogoveio

Apesar de compartilhar algumas similaridades com as versões lançadas para o NES, Super Mario Land carrega algumas diferenças funcionais em seu enredo. No lugar de Bowser, o bigodudo enfrenta Tatanga. E aqui, a missão também é diferente: em vez de resgatar a princesa Peach, a trama gira em torno de Daisy, a futura queridinha do Luigi.

Enfim, são mudanças cosméticas que não interferem na jogabilidade clássica dos jogos do encanador, justificando assim a boa recepção do público e o excelente número de cópias vendidas.

3. Pokémon Gold / Pokémon Silver (1999 – 23.10 milhões)

A segunda geração dos monstrinhos de bolso chegou com tudo, aumentando ainda mais o desespero dos fãs da franquia (e dos pais, que morriam em uma grana violenta a cada nova versão lançada).

pokemon-gold-silver-jogoveio

Com uma nova safra de 100 pokémon, uma trama inédita explorando a região de Johto, além da possibilidade de revisitar Kanto, Gold e Silver chacoalharam ainda mais as vendas do portátil, justificando o posto de console mais vendido do mundo (na época).

Com dezesseis ginásios a serem batidos, Pokémon Gold e Silver apresentaram a mais completa das jornadas pokémon já vistas, e que para muitos ainda não foi superada.

gold-silver-jogoveio

2. Tetris (1989 – 30.26 milhões)

Criado por Alexey Pajitnov, Tetris é, sem dúvidas, o puzzle mais conhecido (e imitado) dos videogames.

Responsável pelo primeiro boom nas vendas do Game Boy, Tetris foi revisitado diversas vezes em praticamente todas as plataformas de todas as empresas.

Anos mais tarde, o título ganhou cores e foi relançado para o Game Boy Color com o nome de Tetris DX. Continua divertido até hoje!

1. Pokémon Red / Pokémon Blue (1996 – 31.37 milhões)

pokemon-red-blue-jogoveio

Pode parecer meio repetitivo, mas aqui estamos nós falando de Pokémon pela quarta vez nesse Top 10. E olha que nessa aventura inaugural, Pikachu ainda era apenas um mero coadjuvante na série.

Os títulos de estreia da franquia fizeram muito sucesso baseando-se no fator interação, promovido através do cabo Game Link.

gameboy-cabolink-jogoveio

Trocar pokémon e batalhar com amigos ainda é bastante divertido, mesmo que tenham se passado vinte anos desde o surgimento da franquia.

Para muitos, a franquia degringolou depois de um certo tempo e de alguns exageros por parte da Pokémon Company, enquanto outros vislumbram um cenário muito mais completo e divertido, já que acabamos de passar a absurda marca de 800 monstrinhos em Sun e Moon. Mas o mais legal mesmo era ver as revistas de videogame da época, enlouquecidas com Pokémon, estampando os monstrinhos e as imagens dos jogos em quase todas as suas capas. Chegamos até mesmo a ter uma publicação exclusiva, a saudosa Pokémon Club.

Quer você goste ou não da franquia, a verdade é que os monstrinhos de bolso foram um fenômeno tão influente para a indústria dos videogames quanto Pac-Man, Mario e Sonic. E a cultura do “Temos que pegar” segue aí, firme e forte, carregando os portáteis da Nintendo através das gerações e dos lares de todo o mundo.

nintendoworld-pokemon-jogoveio

Dedicamos este texto aos nossos amigos do Game Boy Club, o maior site especializado no portátil da Nintendo no Brasil. Recomendamos a leitura!

Compartilhe com a galera:

FacebookTwitterGoogle+

Leia mais sobre: , , , ,


Leia a Revista Jogo Véio

Revista Jogo Véio - Gratuita, pra ler no PC, no Tablet e no Smartphone

Junte-se ao Asilo