A locadora era um lugar mágico. Era lá onde nos encontrávamos com os amigos, aprendíamos sobre a vida com os donos, fazíamos novas amizades, lanchávamos e, como não poderia deixar de ser, jogávamos videogame o tempo todo. Nesse lugar, encontrávamos a maior concentração de interesse da juventude por metro quadrado dentro de uma cidade. ELeia mais

A Guerra Fria das Locadoras de videogame

Ítalo Chianca / 10 de agosto de 2018 / Papo de Locadora

Imponentes nos grandes centros, escondidas em bairros carentes, filiadas a grandes redes, improvisadas em garagens, as locadoras de videogames foram hegemônicas durante as décadas de 1990 e 2000 como principal espaço da cidade destinado à diversão e ao encontro da juventude. Foram duas décadas de total domínio, retirando cada centavo de uma geração que nãoLeia mais

A origem das locadoras de videogame

Ítalo Chianca / 27 de julho de 2018 / Papo de Locadora

Refúgio de meninos e meninas de todas as idades, tribos e condições econômicas, as locadoras de videogame tinham suas particularidades, seja na estrutura física, no acervo de jogos ou no próprio público. Cada uma possuía a sua própria identidade. Pelo menos, era isso o que eu sentia quando jogava e encontrava com os amigos nessesLeia mais


Você, fiel leitor, por acaso foi criança durante a década de 1990? Cresceu admirando os avanços tecnológicos das últimas décadas? Curtia Cavaleiros do Zodíaco e Yu Yu Hakusho na extinta TV Manchete? Jogava videogame nos intervalos dessas atividades? Ou melhor, fazia essas atividades nos intervalos do videogame? Se você respondeu sim para todas essas questões,Leia mais


No tempo das antigas locadoras de videogame, os donos do comércio de locação de jogos eram figuras únicas, adoradas e até idolatradas. Mas alguns poucos iam além, tornando-se verdadeiros amigos da garotada, como é o caso de Tadeu, dono de algumas das locadoras mais marcantes da minha vida. No rancho fundo Nos primeiros anos daLeia mais


Se você, assim como eu, cresceu jogando nas saudosas locadoras de videogame, ou é um entusiasta do assunto, eu tenho um presente para você: estão disponíveis os PDFs de todos os meus livros publicados até agora. É só baixar e ler, de graça, as obras Videogame Locadora (2014), Os videogames e eu (2015), Papo deLeia mais

Master System: 10 grandes campeões das locadoras

Fabio Zonatto / 22 de junho de 2017 / Colunas, Top 10

Tivesse você um Master System ou outro console da época, quem viveu nos tempos das clássicas locadoras conhecia muito o bem o ritual: sexta-feira era dia de dar um pulo lá pra escolher os cartuchos que iriam fazer a sua diversão no final de semana. Portanto, segunda-feira era um dia duplamente triste: não só tínhamosLeia mais


Se você cresceu jogando com seus amigos nas antigas locadoras de videogame e guarda uma saudade imensa desse período, temos uma boa notícia para você! Acaba de ser lançado Papo de Locadora, um livro que reúne histórias incríveis sobre esse inesquecível período de nossas vidas. Escrito por Ítalo Chianca, redator do GameBlast, Jogo Véio e WarpZone,Leia mais

As regras das locadoras de videogame

Ítalo Chianca / 20 de outubro de 2016 / Papo de Locadora

Conhecidas como espaços de encontro e diversão de crianças e jovens durante as décadas de 1990 e 2000, as locadoras de videogame também eram comércios, por mais que tivéssemos dificuldade para entender isso na época. E como todo estabelecimento particular que se preze, era preciso manter a ordem para que tudo funcionasse bem no temploLeia mais


Vai jogar quanto tempo? Faltam cinco minutos, vai continuar? Espere aí, deixe só eu salvar aqui? Vamos jogar de dois? Alugue na sexta e entregue só na segunda. Quem derrubar o controle perde dez minutos. É proibido falar palavrão aqui, moleque. Zerei, zerei… Bate uma saudade depois de ler as frases do parágrafo anterior, nãoLeia mais

Amnesia: julho de 2018

Ítalo Chianca / 17 de agosto de 2018 / Especial

Vida de Véio não é fácil. Acordar cedo para trabalhar, comer na “carreira” (correr rápido, para quem não cresceu no Seridó), levar as crianças para a escola, preparar o jantar para a esposa/marido, pagar boletos, encarar o trânsito e ainda encontrar aquele tempinho extra para jogar nossos jogos clássicos favoritos e acompanhar o seu siteLeia mais


Abrimos o baú de relíquias do Véio para relembrar a edição de estréia da revista SuperGamePower, a publicação que surgiu da junção de dois periódicos da Editora Nova Cultura para se tornar um clássico entre os jogadores brasileiros. A Fusão Para os gamers brasileiros, a década de 1990 é repleta de importância. Foi nesse períodoLeia mais

Ciclo viciante: comer ou jogar na locadora?

Ítalo Chianca / 31 de julho de 2018 / Papo de Locadora

Nem só de créditos para as horas de jogo e aluguéis de cartuchos servia a nossa mesada na locadora. Um dos maiores dilemas na hora de investir o dinheiro da semana era justamente saber equilibrar entre quanto gastar jogando e quanto gastar comendo. Pois, da mesma forma que era difícil resistir aos games novos queLeia mais


Década de 1990. Na rádio, ouvíamos Skank, Gabriel, o Pensador, Charlie Brown Jr, Mamonas Assassinas. Na TV, assistíamos Cavaleiros do Zodíaco e Yu Yu Hakusho. Na rua, batíamos bola nas peladas. Nas garagens improvisadas e em prédios adaptados, frequentávamos as recém-criadas locadoras de videogame. E nas bancas de jornal e durante os intervalos da escola,Leia mais

Nunca é tarde para ser um mestre Pokémon

Ítalo Chianca / 16 de julho de 2018 / Papo de Locadora

Desenhos, estampas ilustradas, tazos, bonecos no guaraná, figurinhas em chicletes e álbuns. A febre mundial de Pokémon me atingiu em cheio quando criança e por sorte, consegui vivenciar aquele momento único, que só quem viveu intensamente entende a plenitude de sua magia. Só se falava nos monstrinhos de bolso, na escola, na rua, nas locadoras,Leia mais